work in progress

work in progress

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Há 20 anos faleceu - Rufino Tamayo

Rufino Tamayo, pintor mexicano (n. 1899).
Tamayo significou um corte radical dos paradigmas estabelecidos por volta de 1930 na pintura moderna mexicana. Fez oposição à linha estética em voga, estabelecida pelos muralistas, ao argumentar que eles se despreocupavam dos autênticos problemas das artes plásticas, para se dedicar ao pitoresco. Ao mesmo tempo, rejeitava a pintura de cavalete e o consumo das telas unicamente pelos colecionadores. Trabalhava diretamente sobre a tela sem estudos preliminares. Desenhava sobre a tela a estrutura geral e depois construía modelando com a pintura. (wikipédia)


Trovador

A pintura «Trovador», um óleo sobre tela de 1945 foi propriedade do colégio universitário Randolph, de Virginia que decidiu vende-la em 2007.
Seguiu-se uma disputa legal que se prolongou durante meses com um grupo que se opunha à venda do Trovador e de outras três pinturas do património artístico do estabelecimento.
Foi vendida a um anónimo, a 28 de Maio de 2008 em Nova Iorque por 7,2 milhões de dólares na Christie's, estabelecendo um recorde mundial em leilões de obras de arte latino-americanas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário