work in progress

work in progress

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

AOS MORTOS



A todos os mortos

Em pó transformados.

Nunca lembrados

Ou identificados.

Que jazem

Finados

Sem flores

Sem velas

Sem preces.


Natimortos

Afogados

Abortados.

Os mortos de fome

De sede

E penúria

Soterrados

Queimados.

Os abandonados

Desaparecidos

Torturados

Os suicidas

Desesperados

Os acidentados.

Os mortos

Dos órgãos doados

Corpos retalhados

Para estudo

Ou perícia


A todos os mortos

Em pó transformados.

Estes versos assim tortos

São-lhes dedicados.

D.Aguinaga

Nenhum comentário:

Postar um comentário